Pages

10 de setembro de 2013

Vaga mente


Aham, aham, faz muito tempo que não posto no blog. Antes de postar vou tirar um pouco da poeira para ninguém sair daqui com areia nos olhos; eu estive bem inconstante esse período em que não escrevi no blog. Estive apático, energético, contagiante, depressivo, apático, indiferente, preocupado e apático. Não rolou muita coisa, quer dizer, até rolou, mas está tudo insignificante por agora. Criei diversas expectativas e as vi desmoronando com mais facilidade que as fiz. Estou no ápice da minha desistência, e as vezes parece que meu corpo está sustentado por cordas. Nunca estive tão preguiçoso na minha vida, inconstante e mal-cheiroso -sim, figurativamente. "Ai, Vinícius! Que drama mimimimi..." sem querer ser indecoroso eu estou completamente atrasado com o tempo, cansado, e preguiçoso, por isso, nem vejo razão de me justificar pelo drama. As vezes penso que quando eu ficar de pé um monte de areia vai escorrer das minhas dobras. Eu creio que a razão disso tudo seja a falta de sono; ando dormindo muito pouco e me comprometendo com diversas coisas. Eu estou completamente despreparado para me apegar a qualquer compromisso, seja esse social ou não; não estou nem conseguindo levar uma conversa muito para frente. Mas até agora estou no mimimi, né?! Acho que as coisas se tornarão mais compreensíveis no decorrer do texto. Lá vai:

Já faz um tempo que não estou tocando teclado, e eu decidi resolver isso. Uma amiga minha me pediu para dar aulas para ela - a que cantou no último casamento -, com o dinheiro da aula, eu decidi retomar as minhas aulas de piano. Embora eu tenha praticado algumas vezes, atualmente eu não estou conseguindo tempo para realmente me dedicar ao treino. Estou fazendo alguns pentacordes, escalas e deixando por isso mesmo. Não estou me dedicando 100% a nada.

Também ando fazendo teatro, curso de inglês, curso de libertação, diversos vídeos - que por culpa do meu perfeccionismo levam no mínimo 5 horas por dia de realização -, traduzindo textos e vou começar em um serviço voluntário. Sim, não é muita coisa, mas acrescente nisso dormidas de 5 horas à tarde e uma madrugada pensativa e destrutiva; então, eu tento fazer tudo, mas não faço nada. Oração permanece sendo priorizada, mas não sei se há prioridades na minha rotina, ou se simplesmente existem as coisas que faço e as que não faço.

Eu desativei meu facebook porque ele não estava me fazendo bem. É uma longa história de... Ah, não sei definir de quê; mas é uma coisa que me faz muito mal, sem querer ser subjetivo demais, é uma coisa que me causa ansiedade e mal-estar, também é uma pessoa - embora eu constantemente levante teses sobre minhas duvidas da humanidade dessa pessoa. Eu desativei, mas acabei voltando, estou tentando diminuir a frequência que entro no mesmo, mas minha rotina já faz isso por mim.

Além disso, eu fui trabalhar no acampamento dos adolescentes durante esse período em que eu não escrevi aqui. Foi a única coisa que fiz que durou mais de 6 horas. Eu fiquei lá, e... Fiquei lá. Não estou dizendo que foi ruim, mas não quero me esforçar para lembrar das coisas que aconteceram lá. Eu também estou liderando a célula, embora pareça que eu não esteja no estado preparado para fazer isso, o que sinto é apenas cansaço, exaustão e apatia. Eu consigo me dedicar a isso.

No início do texto eu resumi a razão para tudo isso; me dediquei a coisas que se desfizeram nas minhas mãos como o gelo - parecia tão sólido e real que decidi expor ao calor. Me sinto estúpido, estupefato, não quero ficar me diminuindo, mas se é para falar de mim, por mais que eu me esforce, não consigo pensar em nada positivo. Devo ter esquecido alguma coisa, mas são só cousas. O texto acabou.

Reações:

15 comentários:

  1. pense sempre positivo por mais difícil que pareça. Beijos! CerejinhaBlog

    ResponderExcluir
  2. Uma publicação depois de anos.. o/
    Acho q você tá fazendo muiiitas coisas e você pode ficar frustado, já que você é perfeccionista. É muito difícil fazer muitas coisas e todas ficarem boas. Tome cuidado com isso.
    Você escreve muito bem.. Queria escrever assim..
    Beijo e escreva com mais frequência, gosto muito dos seus textos!

    ResponderExcluir
  3. @Jôn: Pfvr...
    @Marcos Paulo Dias Soares: Valeu! :D:D
    @Poly: Meu perfeccionismo abrange limites, emerge as estrelas(As vantagens de ser invisível, pfvr), já cheguei a a pintar uma cartolina 7 vezes em 5 horas até ficar perfeito. E valeu! :D

    ResponderExcluir
  4. Vini o perfeccionismo pode fazer mal em excesso.

    ResponderExcluir
  5. Baconnn.. Escreve muito bemmm... Ta de parabens raissa,bjim!

    ResponderExcluir
  6. Vini,
    muitas coisas a fazer e nada por terminar... sei bem do que trata esse erro! Olhe bem a seu redor e priorize: - VOCÊ!!! Não adianta fazer coisas para, se quem precisa ser cuidado; feito e refeito em suas concepções é vc filhote. Qto a algumas questões ali prefiro tratá-las olho no olho, como o faço com meus filhos que amo. Temos muito o que conversar. Sei bem de dores que tínhamos em comum; tínhamos pq as minhas hj são motivo de risos. Rio pq passaram e hj já não me assustam mais e pq sou vitorioso sobre elas! Jesus, vc e seus irmãos (ACAI), e uma boa terapia me deram esse presente.
    Qto ao perfeccionismo sabe a nomenclatura dada a esse sentimento por psicólogos, psiquiatras e neurologistas? - Síndrome de Lúcifer. Isso mesmo... é ele quem desejoso de ser perfeito como nosso Deus, almejou ser maior do que Ele e destruiu a si mesmo e aqueles que nele acreditaram. Faça as coisas com intenso amor e o melhor que tiver que fazer para vc. A perfeição deixe para Deus! (E eu sei bem o que essa doença pode causar, ainda estou combatendo-a.)
    Abraços e não se esqueça: temos muito a conversar.

    ResponderExcluir
  7. @Lais: Obrigado!
    @MaraVi Trecco: O mal é em excesso ou o perfeccionismo em excesso é mal. HUEAHUEA zoeira, eu entendi. Eu sei disso, mas é... Complicado
    @Aninhá: Eu seu kridinha haha Valeu!
    @Aloísio: Pois é! O difícil é me priorizar; quando falei sobre as coisas que me frustraram, isso implica na minha falta de valor próprio. A minha apatia é um resultado disso, e por isso não me preocupo com meu bem, e faço aquele monte de coisas, daí o meu perfeccionismo me atrapalha um bocado, e vai virando um ciclo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah! Jesus, por que nascem pessoas tão parecidas com a gente??? Desculpa... a pergunta certa é para quê nascem pessoas tão parecidas com a gente? E sabe o que o Espírito Santo me responde?
      É para que juntos vcs cuidem da cura uns dos outros que tbm nasceram como vcs! Ele é: PERFEITO!!!

      Excluir
  8. Eu tb não estava blogando com tanta frequencia, mas acabei tomando uma injeção de ânimo ao me tornar colunista de um blog de relacionamentos... às vezes fico sem ideias, mas amo quando elas brotam e nem sei como organizá-las... mas sei que tudo faz parte das fases da vida...

    ResponderExcluir
  9. Você tem que focar em algo na sua vida. Não pode fazer uma coisinha ali, outra ali, e depois volta pra primeira.
    O mundo é injusto, mas há coisas que só melhoram com mudança de hábitos.
    Deixar algumas coisas de lado, focar mais em outras, adicionar mais outras.
    Enfim, já conversamos bastante a respeito pelo Face.

    ResponderExcluir
  10. Vc faz teaaaaaaaaaaaaaaaaatrooooo???????

    Olha, quando perceber que uma coisa te faz mal, como o facebook, vc só precisa me avisar que eu vou ser totalmente compreensível. Mas as vezes vc desativa sem dizer nada e tal :C

    Sabe vinez, uma coisa que eu disse a mim mesmo no começo do ano foi que eu não levaria em conta o tempo em seja lá o q eu fosse fazer... e isso tá me fazendo muito bem. Eu acho que vc não deve pensar dessa forma dessas coisas que vc faz e que simplesmente se "desfazem nas suas mãos". Os propósitos são outros. Suas prioridades não devem ser outras, se vc foi trabalhar no acampamento dos adolescentes deveria até dar a vc um tempo. Acho que se vc ficar se esforçando pra começa a levar em consideração coisas "reais e sólidas" que vc tá querendo dizer vai ser o momento em que não estará mais com propósitos.

    E são neles que acho que devemos nos basear, nos propósitos. Na boa, de longe, aqui do facebook as vezes eu sinto muito orgulho de vc cara! auhauhauha... Somos tão jovens! Pra mim todo mundo precisa do "tempo do mundo".

    Veja se vc acompanha meu raciocínio: Sabe, ninguém precisa escolher "uma profissão pra vida toda" com 18 anos. As vezes isso é só imposto pra gente. Tenta se impor sobre o que está te fazendo sentir apático, que está te fazendo sentir estupefato! O comentário acabou.

    ResponderExcluir
  11. @Jac: As vezes até começo um texto, mas penso em tudo que quero escrever e desisto.

    @Peedro: UHEAUH pois é, quase assunto resolvido.

    @Gabéz: Escrevi um texto enorme, mas <3

    ResponderExcluir

O Bacon do Stewie recebe com prazer seu comentário, qualquer conteúdo spam, ofensas quais são usadas para caluniar alguém ou alguma religião, crítica sem argumentos, e palavras ociosas, serão deletados.

◘ Qualquer tipo de comentário indevido, ofendendo ao autor da postagem, ou alguém de forma muito indevida, o autor do comentário será banido perpetuamente do blog.